segunda-feira, 27 de outubro de 2008

RECEITAS CASEIRAS DE PAPINHAS DOCES E SALGADAS..ALIMENTE SEU BB APÓS O SEXTO MêS
















Receitas de Papinhas para Bebês:
Papinha de carne com feijão Ingredientes: 300 g de carne de boi (músculo, peito, braço)1 cenoura grande 2 abobrinhas pequenas1 1/2 xícara de couve picada 1 1/2 colher (sopa) de salsa picada1 1/2 xícara de feijão cozido 1 colher (sopa) de óleo ou margarina Preparo:Não descasque a cenoura e as abobrinhas, apenas raspe a casca da cenoura delicadamente com uma faca, e escove bem as abobrinhas. Pique bem miúdo a carne, os legumes, as verduras, a salsa e rale a cebola.Em uma panela grande com 3 litros de água fria, leve ao fogo brando todos os ingredientes, com exceção da margarina ou do óleo. Tampe a panela e deixe cozinhar por cerca de 3 horas ou até que todos os ingredientes fiquem bem macios e praticamente desmanchados.Desligue e junte a margarina ou o óleo.Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses). Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos.Rendimento: 12 porções





Papinha de frango com abóbora










Ingredientes: 300 g de peito de frango 2 1/2 xícaras de abóbora ou moranga picada 3 xícaras de repolho picado 1 chuchu grande picado 1 1/2 colher (sopa) de cebola picada 2 colheres (sopa) de salsa picada1/2 xícara (chá) de macarrão para sopa (conchinhas, letrinhas, etc) 1 colher (sopa) de margarina Preparo:Em uma panela coloque 3 litros de água, acrescente todos os ingredientes, inclusive o macarrão para sopa com exceção da margarina.Deixe cozinhar em fogo brando até que todos os ingredientes estejam bem macios praticamente desmanchando. Retire a parte dura central do chuchu e corte em cubos. Desligue e acrescente a margarina. Retire a quantidade a ser utilizada e passe por peneira de malha fina. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses) Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina · Dica: Para não grudar nas mãos, corte o chuchu ao meio e descasque-o sob água corrente.O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 12 porções





Papinha de frango com batata doce










Ingredientes:300 g de peito de frango 1 batata doce 1/4 couve-flor 2 1/2 xícaras de chá de escarola picada 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada 2 colheres (sopa) de salsa picada 1/2 xícara de trigo para quibe 1 colher (sopa) de margarina Preparo: Em uma panela grande com 3 litros de água, acrescente todos os ingredientes inclusive o trigo para quibe, se preferir, substitua pela mesma medida de cevadinha (encontrada em lojas de produtos naturais) com exceção da margarina.Leve ao fogo baixo e deixe cozinhar até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando.Desligue e acrescente a margarina. Antes de picar a couve-flor, deixe-a imersa em 1 litro de água com 1 colher (sopa) de suco de limão, para eliminar as impurezas.Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses). Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina ·Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 12 porções










Papinha de fígado com batata










Ingredientes: 300 g de fígado de boi 5 batatas médias 1 cenoura grande 1/2 pé de alface 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada 2 colheres de sopa de salsa picada 3/4 xícara de aveia em flocos 1 colher (sopa) de margarina Preparo:Lave a alface, folha por folha, sob água corrente, ou mergulhe-as em uma bacia com 1 litro de água misturada com 1 colher (sopa) de suco de limão por 15 minutos, para eliminar as impurezas. Leve todos os ingredientes ao fogo em uma panela grande com 3 litros de água, acrescentando também a aveia em flocos. Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Quando desligar a panela acrescente a margarina. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses) Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina ·Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos.





Papinha de carne com acelga










Ingredientes: 300 g de carne de boi (músculo, peito, braço, ossobuco) 1 mandioca média 2 cenouras médias 2 1/2 xícaras de acelga picada 3 1/2 xícaras de repolho picado 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada 1 colher (sopa) de salsa picada 1 colher (sopa) de cebolinha picada 1/2 xícara de arroz cru 1 colher (sopa) de margarina Preparo: Raspe a casca da cenoura com uma faca, lave bem e pique. Em seguida, leve todos os ingredientes ao fogo em uma panela grande com 3 litros de água, acrescentando o arroz previamente escolhido, lavado e escorrido. Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando.Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses) Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções





Papinha de carne com beterraba










Ingredientes: 300 g de ossobuco 1 mandioca média 1 xícara de ervilhas frescas 1 beterraba média 2 1/2 xícara de agrião picado 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada 2 colheres (sopa) de salsa picada 1/2 xícara de macarrão para sopa1 colher (sopa) de óleo de milho ou girassol Preparo: Leve todos os ingredientes ao fogo, acrescentando o macarrão para sopa. Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses) Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina · Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções










Papinha de frango com cará










Ingredientes:300 g de peito de frango 1 1/2 xícara de cará picado 1 1/2 xícara de couve picada 2 cenouras médias 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralado 1 colher (sopa) de salsa picada 1 colher (sopa) de cebolinha picada 1 colher (sopa) de margarina Preparo: Antes de picar, lave bem o cará sob água corrente e escorra. Com uma faca, retire a casca, ainda sob a água corrente, e deixe o cará numa vasilha com água até o momento de picar, para não escurecer. Em uma panela grande coloque 3 litros de água e acrescente os demais ingredientes, menos a margarina. Leve ao fogo e deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Desligue e acrescente a margarina. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses)Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina.Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções





Papinha de fígado com mandioquinha










Ingredientes: 300 g de fígado de boi 2 mandioquinhas médias 2 abobrinhas pequenas 2 1/2 xícaras de acelga picada 2 colheres (sopa) de cebola ralada 2 colheres (sopa) de salsa picada 1/3 xícara de arroz cru 1 colher (sopa) de óleo de milho ou girassol Preparo:Pode-se substituir o fígado de boi pela mesma quantidade de miúdos de boi (miolo, rim ou coração). Leve todos os ingredientes ao fogo, em uma panela com 3 litros de água, acrescentando o arroz escolhido, lavado e escorrido.Querendo, substitua o arroz pela mesma quantidade de semolina de centeio.Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses)Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções










*Papinha de carne com cenoura










Ingredientes: 300 g de carne de boi ( músculo, braço, peito) 1 cenoura grande 2/3 de um chuchu 1 1/2 xícara de couve picada 2 colheres (sopa) de cebola ralada 1 colher (sopa) de cebolinha picada 1 colher (sopa) de salsa picada 1/2 xícara de fubá 1 colher (sopa) de óleo ou margarina Preparo: Antes de picar a couve, lave bem as folhas em água corrente, passando bem os dedos por toda a superfície das folhas. Em seguida, leve todos os ingredientes ao fogo em uma panela com 3 ½ litros de água, acrescentando o fubá. Quando a água de cozimento começar a esquentar, mexa o conteúdo com uma colher de pau, para que o fubá não grude no fundo da panela. Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Se necessário acrescente mais água. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses) Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina. Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções










*Papinha de frango com mandioquinha















Ingredientes: 300 g de peito de frango 2 mandioquinhas médias 2 cenouras médias 4 xícaras de repolho picado1 colher (sopa) de cebola picada2 colheres (sopa) de salsa picada 1/2 xícara de macarrão para sopa 1 colher (sopa) de óleo ou margarina Preparo: Pode substitua o repolho por couve manteiga picada bem fininho. Em seguida leve todos os ingredientes ao fogo em uma panela com 3 litros de água. Deixe cozinhar em fogo brando, até que os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE I ( bebês até 10 meses). Nesta fase a papinha deve ser passada pela peneira de malha fina · Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 10 porções










*Papinha de carne com mandioquinha










Ingredientes:300 g de carne de boi (músculo, peito, braço ou pescoço)3 mandioquinhas médias 2 cenouras médias 1/2 pé de alface 1 1/2 colher (sopa) de cebola picada 1 colher (sopa) de cebolinha picada 1 colher (sopa) de salsa picada 1/2 xícara de arroz cru 1 colher (sopa) de óleo ou margarina Preparo: Não tire a casca da mandioquinha e nem da cenoura, apenas raspe delicadamente com uma faca afiada, depois lavar e escovar bem sob água corrente. Em seguida, leve todos os ingredientes ao fogo , em uma panela com 3 litros de água acrescentando o arroz previamente escolhido, lavado e escorrido. Deixe cozinhar em fogo baixo, até que todos os ingredientes estejam bem macios, quase desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses), a papinha deve ser amassada com um garfo. Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 5 porções















*Papinha de carne com batata










Ingredientes: 300 g de carne de boi (músculo, peito, braço ou pescoço) 4 batatas médias 2 cenouras médias 1 abobrinha pequena 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada 2 colheres (sopa) de salsa picada1/2 xícara de chá de arroz cru 1 colher (sopa) de óleo ou margarina Preparo:Não corte a casca da cenoura e da abobrinha, apenas raspe-as com uma faca afiada. Em seguida leve todos os ingredientes ao fogo, acrescentando o arroz cru, previamente escolhido, lavado e escorrido. Deixe cozinhar em fogo brando, até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses) Esta papinha deve ser amassada com um garfo. Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 5 porções
Papinha de frango com ervilha Ingredientes: 300 g de peito de frango 1 batata doce 7 xícaras de folhas de agrião2/3 xícara de abóbora picada 2 colheres (sopa) de cebola ralada1 colher (sopa) de salsa picada 1 colher (sopa) de cebolinha verde picada 2 xícaras de ervilha fresca 1 colher (sopa) de margarinaPreparo:Em uma panela com 3 litros de água, acrescente todos os ingredientes, inclusive a ervilha. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses) Esta papinha deve ser amassada com um garfo.Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 5 porções










*Papinha de carne com abóbora















Ingredientes: 300 g de carne de boi (músculo, peito, braço ou pescoço) 2 /12 xícaras de abóbora picada 15 xícaras de folhas de espinafre2 colheres (sopa) de cebola picada2 colheres (sopa) de salsa picada 1 3/4 xícaras de grãos de milho verde1 colher (sopa) de óleo de milho Preparo:Corte a abóbora ao meio, retire as fibras e as sementes. Tire a casca, corte a abóbora em tiras e depois pique bem. Se quiser, substitua as folhas de espinafre pela mesma quantidade de folhas de agrião. Em seguida, leve todos os ingredientes ao fogo, acrescentando os grãos de milho verde. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses) Esta papinha deve ser amassada com um garfo. Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos.
Papinha de frango com brócolos Ingredientes: 300 g de peito de frango 1 2/3 xícara de cará picado 5 xícaras de brócolos (flores, folhas e talos) picados2 1/2 xícaras chá de chicória picada 1 1/2 colher (sopa) de cebola picada 2 colheres de sopa de salsa picada 1/2 xícara chá de macarrão para sopa 1 colher de sopa de óleo ou margarina Preparo: Escolha os brócolos cujos buquês estejam com as flores bem verdinhas e bem fechadas, sem flores amarelas ou manchadas. Retire as folhas, corte os buquês e lave sob água corrente.Leve todos os ingredientes ao fogo, acrescentando o macarrão para sopa. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses).Esta papinha deve ser amassada com um garfo. Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos. Rendimento: 5 porções















*Papinha de carne com couve-flor










Ingredientes: 300 g de carne de boi (músculo, peito, braço)1/4 de couve-flor 3 mandioquinhas 1 xícara de alho-poró cortado em rodelas 1 1/2 colher (sopa) de cebola ralada2 colheres (sopa) de salsa picada 1 colher de sopa de óleo ou margarina Preparo:Prepare o alho-poró lavando-o muito bem sob água corrente fria. Lave bem entre as folhas, pois aí que se concentra a terra que deve ser retirada. Depois, corte em rodelas o bulbo branco e a parte verde clara das folhas. Em uma panela com 3 litros de água acrescente todos os ingredientes e leve ao fogo. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando. Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses) Esta papinha deve ser amassada com um garfo.Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos.Rendimento: 5 porções










*Papinha de frango com batata










Ingredientes: 300 g de peito de frango 2 cenouras grandes 4 batatas grandes 1 1/2 colher de sopa de cebola ralada 2 colheres de sopa de salsa picada1/2 xícara de chá de arroz cru 1 colher de sopa de óleo ou margarina Preparo:Em um panela com 3 litros de água coloque todos os ingredientes e leve ao fogo. Deixe cozinhar em fogo baixo até que todos os ingredientes estejam bem macios, praticamente desmanchando.Esta papinha é indicada para crianças na FASE II ( bebês acima de 10 meses) Esta papinha deve ser amassada com um garfo.Dica: O sal deve ser utilizado na menor quantidade possível, para que a criança aprenda a identificar o sabor dos alimentos.Rendimento: 5 porções




















**Papinha doce de morango










Ingredientes: 1 kg de morangos 1 colher (sopa) de mel Preparo:Limpe os morangos, retirando todos os cabinhos. Lave muito bem em água corrente.Deixe de molho por 30 minutos numa tigela com água fria até cobrir os morangos e junte 4 colheres de sopa de suco de limão.Passe os morangos por uma peneira de náilon e misture bem com o mel. Rendimento: 5 porções.
Papinha doce de goiaba Ingredientes: 800 g de goiaba vermelhas 1/2 colher (sopa) de mel Preparo:Descasque as goiabas e retire suas sementes. Corte-as em pedaços.Coloque em uma panela, junto com o mel. Leve ao fogo baixo, com a panela tampada, até a fruta começar a se desmanchar. Deixe esfriar. Amasse com um garfo até obter um purê.Rendimento: 5 porções.
Papinha doce de manga Ingredientes: 1 1/2 kg de mangas picadas 1/2 colher (sopa) de mel Preparo: Coloque a manga picada juntamente com o mel em uma panela. Leve a panela tampada ao fogo baixo, e deixe cozinhar até a manga amolecer. Se for necessário, pingue um pouco de água para a mistura não grudar. Amasse com um garfo até obter um purê. Rendimento: 5 porções.










**Papinha doce de maçã










Ingredientes: 6 maças sem casca e sem sementes, picadas 1 colher (sopa) de mel Preparo: Depois de descascar as maçãs e retirar as sementes, corte-as em fatias. Numa panela, leve as maçãs e o mel ao fogo brando. Tampe a panela e cozinhe até ficarem macias. Amasse com um garfo até obter um purê.Rendimento: 5 porções.
Papinha doce de ameixa e maçãIngredientes: 6 maçãs sem casca e sem sementes, picadas 1 xícara de ameixa preta seca 1 colher (sobremesa) de mel Preparo:Em uma panela, leve as maçãs e o mel ao fogo brando, até amolecerem. Amasse com um garfo até obter um purê. Enquanto isso leve as ameixas pretas com 1 xícara de água ao fogo brando, até amolecerem. Retire os caroços e passe a polpa pela peneira. Misture ao purê de maçã. Rendimento: 6 porções.










**Papinha doce de pêra










Ingredientes: 7 pêras 1 colher (sopa) de mel Preparo: Descasque e pique as pêras. Numa panela, coloque a pêra e o mel, e leve ao fogo brando, com a panela tampada, até amolecer. Amasse com um garfo até obter um purê.Rendimento: 5 porções.
Papinha doce de caqui Ingredientes: 6 caquis, sem a casca 1/2 colher (sopa) de mel1 colher (chá) de fécula de batata Preparo:Passe os caquis por uma peneira.Misture o purê de caqui com o mel e a fécula de batata.Rendimento: 6 porções.
Papinha doce de mamão e laranja Ingredientes:2 mamões tipo papaia 2 colheres (sopa) de mel 1 xícara de suco de laranja Preparo:Corte os mamões ao meio e retire as cascas e as sementes.Amasse os mamões com um garfo, até obter um purê. Misture o suco de laranja e o mel. Rendimento: 6 porções.















****Dicas Importantes:










Sem parar de dar de mamar ao peito, a partir do sexto mês de vida comece a dar ao bebê, na ponta da colherinha, um alimento novo por semana. De preferência puro, para que ele possa reconhecer o gosto e guardar o paladar: maçã ralada, banana amassada, um legume bem cozido, peixe, gema de ovo.
Não transmitir preconceitos pessoais ou culturais ligados ao paladar. Na educação do paladar, como em todas as outras, o melhor estímulo é a riqueza de experiências sem preconceito: deixe o bebê experimentar de tudo, mesmo do azedo e do amargo, porque ele pode gostar e ter mais possibilidades de satisfação alimentar.
Hoje em dia não existem restrições quanto ao tipo de fruta utilizada nos sucos. É claro que as melhores frutas para elaborar sucos são aquelas ricas em vitamina C, pois essa vitamina tem um poder maior de absorver o ferro dos outros alimentos. Mas isso não quer dizer que o bebê não possa ingerir sucos de maçã ou pêra, por exemplo. O que importa é que a fruta esteja fresquinha e com um preço acessível.
Nunca dê, no mesmo dia, sucos diferentes. O certo é oferecer um de uma única fruta. Se o bebê aprovar e não tiver nenhum problema de alergia ou intestino, você pode, no terceiro dia, tentar outro tipo de fruta. Nessa fase, o que vale é experimentar todas as frutas.
Depois que o bebê conhecer o sabor de várias frutas, você pode misturá-las. Suco de laranja com mamão; laranja com goiaba, com maçã, etc. Alguns legumes devem sim ser oferecidos em forma de suco. Os mais usados são a cenoura, a beterraba e o tomate. Para introduzi-los, você deve seguir o mesmo procedimento adotado com as frutas. Pode misturá-los com frutas: cenoura com caju; beterraba com laranja; tomate com maçã.
Procure oferecer frutas em temperatura ambiente. Afinal, a criança está acostumada ao leite morno, e não gelado.
Não é preciso adoçar o suco. As frutas tem frutose, que é um açúcar natural. Apenas as frutas mais ácidas, como limão e maracujá, devem ser adoçadas, e mesmo assim, com pouca quantidade de açúcar.Ao contrário dos sucos, a papinha doce pode substituir uma mamada. Como o ideal é dar preferência às frutas ricas em vitaminas C para preparar os sucos, você deve lançar mão de outras frutas para elaborar a papinha. Neste caso vale tudo: de banana, maça, mamão, etc...
O melhor é oferecer a mesma fruta por dois dias e observar possíveis alterações, como intestino preso ou solto demais e erupções na pele. As frutas devem ser raspadas com a colher ou amassadas com o garfo. Mas se a criança apresentar muita dificuldade para mastigar e engolir, você pode passar as frutas em uma peneira, não muito fina. Depois com o passar dos dias, vá deixando a papinha cada vez mais sólida. A quantidade deve ser gradativa. Comece sempre com uma colher rasa das de sobremesa e vá aumentando até chegar a uma fruta inteira. No caso de frutas como morango e uva, comece com duas unidades e vá aumentando até chegar em dez unidades.
Você pode, também, misturar as frutas. O melhor é oferecer apenas um tipo, para a criança poder conhecer e identificar os diversos sabores. Mas quando a criança está com o intestino preso, por exemplo, uma boa alternativa é misturar ameixa preta cozida com mamão, abacate ou morango.
A mamadeira ou a mamada só será substituída quando a criança comer uma fruta inteira. No entanto, algumas crianças não deixam o leite de lado. Por isso, meia hora após ter dado a papinha de frutas, se perceber que a criança está irritada ou chorando de fome, ofereça o leite. Se ela não aceitar é sinal que está satisfeita e, assim, o choro - ou a irritação será por outro motivo.
Dicas interessantes para as primeiras tentativas:
Um dos reflexos mais comuns do bebê é empurrar com a língua os alimentos para fora da boca. Por isso, com certeza seu filho irá cuspir as primeiras colheradas. Isso não quer dizer que ele não queira comer. A melhor maneira de driblar esse problema é oferecer os alimentos colocando a colher nos cantos da boca, em pequenas quantidades.
Ofereça a papinha de frutas na hora em que o bebê estiver acostumado a mamar. Um bom horário é a mamada do meio da tarde. Assim, você não corre o risco de ele rejeitar a fruta por estar satisfeito.
O importante é variar e aproveitar as frutas da época. Morango, cereja e figo, por exemplo, não dão o ano todo.
Não caia na tentação de adoçar a papinha de frutas. Faça isso só quando a criança rejeitar várias vezes a fruta. Mesmo assim, o açúcar deve ser em pequena quantidade.
Sempre ofereça água depois da papinha de frutas. Algumas, como a de banana, a de abacate e a de mamão podem dar sede.
Algumas frutas soltam mais o intestino do que outras. Mas vale lembrar que cada organismo pode reagir de uma maneira. Assim, não se espante se o mamão - apesar de ser considerado uma fruta "laxante" por exemplo, prender ou não modificar em nada o intestino do seu bebê.
Vitaminas
As vitaminas não agem sozinhas e servem justamente para ajudar a transformar a comida em energia. Esqueça as vitaminas sintéticas e as chamadas naturais que se vendem em cápsulas. Procure uma alimentação equilibrada com alimentos integrais e legumes frescos que terá tudo que a criança precisa.Para que as vitaminas são importantes e em qual alimento encontrar:





Vitamina A
Formação da pele e das membranas mucosas da boca, do nariz e dos intestinos, aumentando a resistência à infecções. É importantíssima para os olhos e para que não tenha perda de apetite, alergia, manchas na pele, cabelo seco, coceira e ardência nos olhos, cegueira noturna, perda de olfato, ressecamento da pele, sinusite, ou ter o esmalte dos dentes fracos.
Fígado, leite integral, arroz integral, ameixa preta, ervilhas, brócolos, couve-de-bruxelas, leite, requeijão e manteiga, ovos e legumes coloridos como abóbora, cenoura, tomate e folhas escuras como espinafre, couve e taioba, frutas amarelas como mamão, manga e caqui.










Complexo B
Atuam no metabolismo das células e constituem sistemas enzimáticos que atuam em série, no sistema neuro-muscular, na pele e nas mucosas.
A energia dos cereais e outros alimentos só pode ser aproveitada com a ajuda e através das vitaminas do complexo B.
Carnes (de vaca, de galinha ou de peixe), vísceras (especialmente fígado e rins), leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, vagem, amendoim), folhas escuras e levedo. O arroz com feijão é nutricionalmente sábio e bastam 199 gramas de arroz com 25 de feijão por dia. Quem come arroz integral, feijão, toma leite e come amendoim, fica mais protegido contra problemas do sistema nervoso, falta de apetite, inchaços, espasmos musculares, distúrbios digestivos, fadiga, irritabilidade, nervosismo, dormência nos pés e nas mãos, fôlego curto, moral baixa, sensibilidade ao barulho e beribéri.facilita a formação dos anticorpos que protegem a criança, a formação das células vermelhas e ainda atua no metabolismo.Acelga, mostarda, brócolos, melão, cenoura crua, repolho, agrião, ovo, leite ou sorvete, não vai ter rachaduras e feridas nos lábios e no canto da boca, tonturas, coceira e ardência nos olhos, digestão difícil, língua irritada e vermelha, nem vai crescer devagar. Vitamina B12 ajuda na formação do sangue e na manutenção do sistema nervoso, facilita o apetite, faz as células durarem mais tempo e funcionarem melhor, é bom para a medula óssea, para o sistema nervoso, para os intestinos, protege da anemia.Um ovo, ou um atum em lata, ou um pedacinho de bife de fígado ou um pedaço de queijo suíço suprem a necessidade.





Vitamina C
O ácido ascórbico ou vitamina C está nas plantas, assim que elas começam a crescer, nos vegetais de folhas verdes e algumas frutas como o melão, a laranja e a acerola. Meio melão médio ou três laranjas já são suficientes para fortalecer as paredes dos vasos sangüíneos, para produzir o material que mantém juntas as células do corpo, para ajudar a curar feridas e solidificar ossos quebrados, para dar bons ossos e bons dentes, para utilizar no corpo o ferro dos alimentos ingeridos, para prevenir hemorragias e das resistências contra as gripes e resfriados.Frutas maduras, no ponto, são as principais fontes de vitamina C. Caju, goiaba, acerola, mamão, laranja, tangerina, manga, limão, abacaxi, morango, kiwi e melão. O pimentão também é uma boa fonte de vitamina C.O calor destrói a vitamina C, assim como o armazenamento dos sucos. Por isso, as frutas devem ser comidas frescas e cruas e os sucos feitos na hora. Comer frutas todos os dias é uma boa regra de alimentação.A salsa e o melão são os alimentos mais ricos em vitamina C que se conhece, mas também há muita vitamina C no repolho e no brócolos, no pimentão verde, na mostarda, no agrião e nos morangos.
Quem tem uma alimentação rica em vitamina C fica menos sujeito a contusões, sangramentos, anemia, cáries, infecções, gripes, coriza, má digestão, irritabilidade e perda de peso.





Vitamina D
Vitamina D é fabricado em nosso próprio organismo quando a gente toma sol e ele age sobre algumas substâncias oleosas que nós temos na pele. Criança que nunca toma banho de sol fica carente, raquítica, não consegue dormir, fica nervosa, pode ficar míope, tem diarréia, tem ossos fracos, o metabolismo é deficiente para as outras vitaminas.Se a criança, precisa ficar um longo período longe do sol, precisa tomar óleo de fígado de bacalhau.
A vitamina D aumenta a absorção intestinal de cálcio e fósforo e facilitar que eles sejam depositados nos ossos, fortalecendo o esqueleto.O excesso de vitamina D tem um efeito que é a saída de cálcio dos ossos e a sua eliminação pelos rins, podendo provocar a formação de cálculos renais.





Vitamina E
As funções e necessidades da vitamina E e dos antioxidantes são ainda pouco e mal conhecidas. Quem comer folhas verdes-escuras e legumes terá suficiente vitamina E. Nozes e óleos de várias sementes também são boas fontes. E está principalmente nos vegetais de folhas verdes, no óleo de girassol e no abacate.















(matéria tirada :tvtem.globo.com/culinaria/receita.asp?codigo=10 - 83k)

4 comentários:

marla andrade disse...

vcs só esqueceram de dizer que crianças com menos de 1 ano nao pode comer mel, pois é muito arriscado para elas pois podem adoecer devido a uma bacteria que pode estar presente no mel. mas adorei tudo, estao de parabéns!

Lilian disse...

Concordo com a coléga, crianças menores de um ano não podem comer mel devido uma bactéria presente no mesmo que´pode ser nocivo as crianças, mas se fizer sem o açucar, acho que dá certo tbm.

Mamae no blog disse...

puxa parabéns a você, gostaria de ter entrado aqui antes para trocar ideias com vc sobre a gravidesz, mas graças a Deus deu tudo certo.To passando para pegar receitas de painha docem de fazer em casa. Um beijão e obrigada por vc existir!!!
aparece lá no blog pára conhecer!
mamaenoblog.blogspot.com

Unknown disse...

Tem um erro enorme nas receitas de papinha doce, crianca com menos de 1 ano nao pode comer mel!!!!